Diretor de escola pública não pode transferir alunos compulsoriamente

Em decisão monocrática, o desembargador Carlos Escher (foto) confirmou mandado de segurança para que alunos do Colégio Estadual Oséas Borges Guimarães, em Goiatuba, não sejam transferidos por ordem compulsória do diretor de ensino. Para o magistrado, é preciso respeitar os princípios do contraditório e da ampla defesa dos estudantes.

Leia mais...
 
 

Concedida liberdade provisória a jovens presos durante manifestação na semana passada

faixadatj-cae02-siteO juiz Oscar de Oliveira Sá Neto, da 7ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), concedeu liberdade provisória aos quatro jovens que foram presos durante as manifestações contra o aumento da tarifa do transporte público, na última quinta-feira (26). Jorge Eduardo dos Santons, Ramom Souza Silva, Alex Fernandes de Oliveira e Gabriel Cunha Vilela foram presos em flagrante e indiciados pelos crimes de dano ao patrimônio, incitação ao crime e corrupção de menores.

Leia mais...